Notícias

Ministério da Economia apalpa o pulso ao setor do calçado

sexta-feira, 14 de julho de 2023
Ministério da Economia apalpa o pulso ao setor do calçado

O Ministério da Economia através do Senhor Secretário de Estado da Economia, Eng. Pedro Cilínio, dedica, hoje, dia 14 de julho, um dia à indústria de calçado.

A iniciativa, que assumirá a designação “Economia com…”, prevê a visita a algumas empresas do cluster e ao Centro Tecnológico do Calçado de Portugal. No decorrer do dia, prevista está igualmente uma homenagem ao empresário Carlos Pereira de Castro, da empresa Marina Calçado, S.A.
 
O dia começa com uma visita, pelas 09h30, à Fábrica de Calçado Celita, em Guimarães.
Fundada em 2008, a Celita é uma empresa de calçado, responsável pela Ambitious, uma marca de calçado e lifestyle nascida de um negócio familiar assente nos valores de qualidade, tradição e excelência de fabrico. A atitude progressista e o objetivo de desenvolver uma nova visão do calçado masculino e feminino, suportadas pela aposta tecnológica e mestria das técnicas e processos produtivos, que permitem criar um produto de elevado valor e diferenciação, fazem da Ambitious uma das mais relevantes marcas portuguesas de calçado da atualidade.

Segue-se, pelas 11h00 a visita à Vapesol, em Felgueiras. A Vapesol é uma empresa especializada na produção de componentes para calçado. Constituída em março de 1998, a Vapesol cresceu e assume atualmente uma posição de destaque no cluster do calçado, nomeadamente ao nível da produção de solas (injetadas TPR, TPU, EVA, PU, pré-fabricados, borracha). A visão da Vapesol é ser uma empresa de referência no setor, tanto a nível nacional como internacional. Para isso, tem focado a sua atenção no desenvolvimento de soluções criativas e produtos de qualidade. Com recurso a tecnologia de ponta e a responsabilidade de 150 colaboradores, a Vapesol produz anualmente mais de 5 milhões de pares de solas.
 
Ao início da tarde, está prevista uma visita ao Centro Tecnológico do Calçado, S. João da Madeira. O Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP) é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 1986 pela APICCAPS e dois Institutos do Ministério da Economia, o IAPMEI e o INETI, a partir do Laboratório de Controlo da Qualidade criado em 1981. O CTCP é uma infra-estrutura essencial no apoio às empresas, nomeadamente:

-Apoia técnica e tecnologicamente as empresas do cluster do calçado;
-Promoção da formação técnica e tecnológica dos recursos humanos das empresas;
-Contribuição para a melhoria da qualidade dos produtos e processos industriais:
-Preparação e divulgação da informação técnica junto da indústria;
-Realização e dinamizar trabalhos de investigação, desenvolvimento e demonstração.

A iniciativa encerra, pelas 17h00, na  Fernando Ferro, em Estarreja.
A história da Fernando Ferro e Irmão S.A. começou em 1999, quando a empresa deu os primeiros passos na área da metalomecânica de precisão. A aposta da empresa focou-se, desde cedo, no mercado internacional, investindo continuamente na inovação e nas tecnologias mais avançadas do mercado para prestar serviços de alta qualidade em maquinação de precisão de peças e componentes em ligas metálicas, compósitos e plásticos de engenharia.

Detendo um enorme know-how específico ligado ao setor do calçado, a Fernando Ferro e Irmão S.A. é um dos promotores chave desta agenda mobilizadora e um verdadeiro agente de mudança. Esta empresa será responsável por um conjunto de desenvolvimentos no domínio da Automação e Robótica que suportarão os investimentos de várias empresas de calçado.

A Fernando Ferro tem já nas suas instalações, em fase de testes, as linhas automatizadas que virão a ser instaladas nas empresas AMF e Carité (as duas empresas de calçado com os planos de investimento mais ambiciosos no âmbito do consórcio).
 

368

Voltar

Relacionado