Notícias

MetalShoe FabLab Inovação distingue projetos inovadores

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2023
Entrevista aos vencedores
MetalShoe FabLab Inovação distingue projetos inovadores

O Prémio MetalShoe FabLab Inovação, uma iniciativa promovida no âmbito do Projeto MetalShoe FabLab Network, teve como objetivo distinguir a ideia cujo desenvolvimento e materialização envolvesse os fablabs, criados no âmbito deste projeto.

A Savana Calçados, SA foi a empresa vencedora do concurso com o projeto “Braille & Sustainability”. A proposta apresentada consistiu na criação de uma bota para crianças invisuais feita à base de materiais sustentáveis, nomeadamente sola à base de algas marinhas, corte feito à base de casca de maçã, forro em bambu, palmilha em cortiça com espuma reciclável e sistema de aperto fácil de calçar e descalçar sem ser necessário o uso de cordões. Para a possibilidade de leitura em Braille na bota foi utilizada a impressão UV. De notar que, este projeto está inserido num dos muitos projetos de cariz social que a empresa desenvolve todos os anos.

“A ideia já estava a ser trabalhada internamente e quando o CTCP apresentou o projeto Metalshoe FabLab à empresa, achamos que poderia ser uma mais valia para apoiar esta nossa ideia” afirma Luísa Silva, responsável pelo Departamento Comercial da Savana. 

“A concretização da ideia foi partilhada com FABLAB CTCP. Foi importante manter todos os participantes no projeto, alinhando e partilhando ideias sobre o processo de fabricação até á industrialização. Este prémio veio trazer o reconhecimento do esforço profissional de toda uma equipa envolvida. Quando há amor no nosso trabalho, tudo que é bom volta” conclui esta responsável

O projeto de customização de couro, com recurso a tecnologias de impressão laser, impressão UV e impressão 3D, apresentado pela SIMACA, mereceu o 2º lugar do concurso.
Sérgio Oliveira, responsável pela área de Desenvolvimento de Negócios Internacionais e Digitalização, decidiu concorrer ao concurso pela “excelente aplicação comercial deste produto personalizado”
“O prémio é o reconhecimento externo de experts na área do calçado de que estamos a desenvolver projetos inovadores para o mercado no setor do couro” afirma.

Para desenvolver o projeto, a empresa recorreu ao FabLab do CTCP, que segundo este responsável “ serviu como ponto de apoio para testar as diferentes alternativas. Não só do ponto de vista de execução, mas também a nível de construção de conhecimento, uma vez que a sua experiência e domínio das tecnologias que quisemos explorar era (e ainda é) bastante vasto, e permitiu-nos avançar bastante no projeto, servindo assim de uma espécie de departamento de I&D externo à nossa organização”.

A empresa António Abreu Metalomecânica,Lda recebeu menção honrosa e o 3º lugar com o projeto apresentado: uma biqueira para calçado de segurança produzida com material ecológico e 100% reciclável.
Carlos Monteiro, responsável da António Abreu Metalomecânica,Lda  reconhece a importância deste tipo de projetos  que reúne dois setores distintos e foi essa a razão pela qual a empresa decidiu entrar neste desafio. “Tomamos a decisão de participar, pois é um projeto raro que une empresas de metalomecânica como as nossas com o setor do calçado e, por esse motivo, consideramos muito relevante para o desenvolvimento futuro da nossa organização”.

“A importância da atribuição da menção honrosa para nossa empresa foi o reconhecimento por parte de outras entidades de que, a nossa ideia concetual da biqueira que pretendemos desenvolver e lançar para o mercado, tem potencial e terá impacto no setor do calçado de segurança” conclui este responsável.

Os FabLabs são espaços de saber tecnológico, onde é possível aceder a conhecimento e tecnologias específicas, demonstrar e experimentar novos materiais, produtos e tecnologias, bem como apresentar e potenciar resultados de projetos de I&D. Permite-se, assim, às empresas e particulares formatar e materializar ideias, encontrar soluções para desafios que lhes são colocados pelos mercados, numa lógica de aposta na inovação dos processos, produtos e serviços.

577

Voltar

Relacionado