Notícias

Knitted: Moda que veio para ficar

quarta-feira, 25 de janeiro de 2023
Grupo Shoe Atelier duplica capacidade de produção de gáspeas em “flat knitting” em Portugal
Knitted: Moda que veio para ficar


A CosmiKnit, parte integrante do grupo Shoe Atelier e empresa de referência no setor do calçado em Portugal, dedica-se à produção de gáspeas em “flat knitting”. Este processo produtivo inovador está a ser utilizado pelas grandes marcas internacionais, quer no ramo de calçado desportivo quer, mais recentemente, no ramo de calçado mais clássico.

“As grandes marcas de calçado de luxo, até as mais clássicas, todas apresentam modelos produzidos neste material. Não se trata de moda, é uma nova forma de produzir calçado mais confortável e com o mesmo glamour” afirma Pedro Félix, gerente da empresa.

Este dirigente começou em 2020 a tricotar caminhos diferentes, num setor já bem conhecido para ele, fazendo a transição das solas pré-fabricadas para as gáspeas, com a criação da empresa CosmiKnit. Negócio que, não só resistiu aos tempos difíceis da pandemia, como cresceu e em 2022 mudou de instalações e duplicou a capacidade de produção de gáspeas tricotadas.

De 20 máquinas passaram a ser 36 e uma capacidade de produção de 30 mil pares por mês. Com um único material, o fio, desta fábrica saem gáspeas para produção de variadíssimos tipos de calçado, desde calçado desportivo e casual até calçado clássico, para grandes marcas de luxo.

Com uma forte concorrência asiática, neste segmento, Pedro Félix refere que o que o diferencia é a qualidade do material e a aposta na investigação e inovação de novos produtos. Fios reciclados e recicláveis, fios com incorporação de cortiça e outros materiais de origem natural ou fios resistentes à água são alguns dos exemplos de produtos que a empresa disponibiliza aos seus clientes.

Embora Portugal seja reconhecido pela produção de calçado em couro, este dirigente acredita que este novo método de produção de calçado pode trazer inúmeras vantagens para Portugal, em especial na oferta de calçado de verão e outro tipo de calçado, até aqui não produzido pelas fábricas portuguesas.
“Portugal produz tendencialmente maior quantidade de calçado de inverno, a aposta neste novo modelo de negócio poderá reforçar as suas competências na produção de calçado de verão” afirma.

Outra das apostas da empresa é a sustentabilidade. Nesta fábrica o desperdício é quase zero, a escolha dos materiais utilizados é feita tendo sempre em consideração as soluções mais sustentáveis e mais amigas do ambiente, como é o caso da utilização das fibras de Lyocell TENCEL TM  e a nível energético, a instalação de painéis fotovoltaicos permite à empresa utilizar energia proveniente de fontes renováveis.

Para ter o reconhecimento destas boas práticas já implementadas, por parte das entidades competentes, a empresa iniciou recentemente o processo da certificação ambiental (Norma ISO 14001) com a colaboração do CTCP.


181

Voltar