Notícias

Gestão de Substâncias Químicas com programa ZDHC

quarta-feira, 9 de março de 2022
CTCP apoia as empresas
Gestão de Substâncias Químicas com programa ZDHC

A gestão da utilização de substâncias químicas é um domínio de crescente importância para as empresas da fileira do calçado. Com a Diretiva REACH (Registration, Evaluation, Authorization and Restriction of Chemicals) publicada em dezembro de 2006, as empresas ficaram obrigadas a identificar, verificar e restringir a utilização de substâncias químicas nocivas aí definidas.

Ao longo dos últimos anos, surgiram outras listas de substâncias químicas restritas como, por exemplo, o CADS e outras listas associadas a marcas presentes no mercado internacional.

A gestão da utilização de substâncias químicas restritas tornou-se, assim, crescentemente complexa para as empresas produtoras de calçado com a existência de várias listas de substâncias restritas e a incorporação periódica de novas substâncias químicas nocivas.

O Programa ZDHC (Zero Discharge of Chemical Substances) é uma iniciativa focada na indústria da moda, que se iniciou em 2011, e que conta com a participação de mais de 170 marcas, produtores da área da moda (têxtil e calçado), fornecedores de Produtos Químicos, entre outros e que visa eliminar o uso de produtos químicos perigosos em toda a cadeia de aprovisionamento. A implementação deste programa por parte das empresas implica cumprir com as exigências da Lista de Substâncias Restritas no Fabrico (MSRL) e avaliar a descarga de produtos químicos perigosos em águas residuais (ou em outro tipo de resíduos).

A gestão de substâncias químicas nas empresas da fileira do calçado pode passar, assim, pela adoção da MRSL, como um referencial abrangente e com uma aceitação transversal a várias marcas e distribuidores presentes no mercado. Em termos globais, o Programa ZDHC tem como propósito integrar toda a cadeia de fornecedores e produtores no roteiro Roadmap to Zero com especial incidência nos fornecedores de produtos químicos, de modo a, gradualmente, poderem ser disponibilizados para a fileira soluções eficazes e competitivas com eliminação na origem da utilização de substâncias químicas nocivas.

Em termos concretos a intervenção do CTCP está focada em dois vetores:

1.Intervir no processo de gestão de substâncias químicas em cada empresa que envolve inventariar os materiais e produtos químicos utilizados, identificar as eventuais substâncias químicas nocivas utilizadas, estabelecer a comunicação com os fornecedores de produtos químicos no sentido de substituir os produtos fornecidos e colaborar com a empresa na adaptação de processos industriais.

2. Dinamizar a participação de empresas produtoras de calçado e componentes e, particularmente, de fornecedores de produtos químicos num processo gradual de reformulação de produtos químicos, através do programa ZDHC de modo a potenciar a disponibilização de produtos químicos que não contenham substâncias químicas nocivas, processo que tem vindo a ser dinamizado ao longo dos últimos anos em projetos de I&D promovidos pelo CTCP.


1771

Voltar