Quarta-Feira 23 de Outubro de 2019 Institucional | Mapa do Site | Localização | Contactos | Facebook CTCP Youtube CTCP Linkedin CTCP Instagram  CTCP
 
 
NOTICIAS
         

  

Google Translate


Maiores marcas juntam-se para debater o problema do plástico

O primeiro Brandstorming, da Superbrands, juntou marcas como a Coca-Cola, a Delta e o Lidl.
As maiores marcas têm vindo a sensibilizar-se para o problema mundial que o plástico gera. É um facto. Em alternativa, tentam encontrar soluções mais sustentáveis e amigas do ambiente. Problema: ainda não conseguiram encontrar um material tão completo como o plástico.

Como podem tornar-se mais amigas do ambiente? Esta foi uma das perguntas que conduziu o primeiro Brandstorming, patrocinado pela Superbrands, com o tema “O fim do plástico: uma solução, uma moda ou uma inevitabilidade?”. Juntaram-se marcas como a Coca-Cola, a Delta, o Lild ou a Centromarca para analisar de que forma podem encarar o futuro com a pressão de oferecer alternativas ao plástico. Isto, claro, sem perder a qualidade dos seus produtos, os níveis de conforto, segurança e higiene a que os seus consumidores estão habituados.

Os sacos de plástico foram o maior tema deste brainstorming. Isto porque a proposta que tinha como objetivo terminar com o plástico em todos os supermercados do País a partir de 2020, feita pelo partido Os Verdes, foi aprovada em unanimidade. Apesar das marcas operarem em setores de marcado diferentes, elas concordam e encontram-se em vários pontos — entre eles a sensibilização do consumidor.
Inês Mena, Head of CSR & Sustainability da marca Lild em Portugal, afirma que é preciso sensibilizar os clientes para tomarem um comportamento crítico em relação ao plástico. A marca de retalho lançou recentemente os sacos de ráfia biodegradáveis para acabar com o uso de sacos de plástico. O objetivo é eliminá-lo completamente das lojas até ao final do ano.

Também a marca portuguesa de cafés Delta tem procurado opções mais sustentáveis. “A cápsula biodegradável é uma boa solução, mas não é a solução para todos os problemas. Por exemplo, ao contrário das cápsulas normais – que têm uma validade de 15 meses – estas têm uma validade de 90 dias. Nem todos os consumidores estão disponíveis para prescindir da conveniência e conforto deste aspeto, por exemplo”, explicou Rita Duarte, Business Unit Director da Delta.

A Superbrands procura distinguir as marcas favoritas dos portugueses e ajudá-las a optar por práticas cada vez mais sustentáveis. Foi a partir deste objetivo que nasceram os Brandstormings, eventos que se voltarão a repetir.

Fonte: https://nit.pt;10/07/2019

Data:2019-07-10    Visualizações: 239


Google Translate Imprimir Enviar este registo a alguém
Voltar
Área Reservada

N.º Nif

Password

memorizar-me


ainda não se registou?
Perdeu a password?
Pesquisa de Informação




--------------------------



    Política de Privacidade | Livro de Visitas | Livro de Reclamações