Notícias

Calçado profissional mais sustentável

domingo, 9 de janeiro de 2022
Calçado técnico ecológico com boas propriedades de conforto biomecânico e térmico
Calçado profissional mais sustentável

Calçado técnico mais ecológico capaz de garantir ao consumidor um bom desempenho funcional, conforto biomecânico e térmico e elevado tempo de vida útil é o novo modelo de calçado que a ICC acaba de lançar no mercado.

Trata-se do resultado do trabalho de investigação, desenvolvido no âmbito do projeto SHOE @ FUTURE (shoefuture.ctcp.pt) que envolveu as empresas ICC - Indústrias e Comércio de Calçado, SA e CODIL - Costa & Dias, Lda e as entidades de entidades SCTN: O CTCP - Centro Tecnológico do Calçado de Portugal, a UM - Universidade do Minho e o IPB - Instituto Politécnico de Bragança.

Incorporar a biomecânica na produção e calçado especializado é uma prioridade para a empresa ICC e este projeto é a prova disso. Estes novos produtos desenvolvidos e já em comercialização pela empresa, basearam-se em extensivos estudos biomecânicos e morfológicos realizados pela ICC e UM com um dimensionamento da amostra segundo a ISO 15535:2012.

Para a CODIL a prioridade foi desenvolver uma biqueira de proteção não metálica, de menor dimensão e volume, que resiste de forma fiável à compressão, impacto e agentes químicos. Ao longo do desenvolvimento foram realizados testes computacionais e experimentais pelas empresas, UM e CTCP, de forma a avaliar a influencia da geometria e matéria-prima no desempenho mecânico das biqueiras. Os resultados de análise geométrica mostraram que biqueiras mais planas, onde a força incide mais perto da frente da biqueira, resistem melhor à compressão e ao impacto.

Outro dos componentes estudados foi uma entressola de poliuretano microcelular ambientalmente sustentável para calçado profissional. Foram desenvolvidas e avaliadas pelo IPB e CTCP formulações de poliuretano (PU) microcelular para entressolas resistentes a temperaturas extremas e amplitudes térmicas elevadas, assim como para utilização em ambientes com temperatura controlada (p. ex. ambientes indústria 4.0), procurando-se as soluções mais adequadas para cada problemática. As entressolas foram concebidas utilizando práticas industriais sustentáveis, nomeadamente pela utilização de matérias-primas derivadas de fontes renováveis, configurando soluções alternativas ambientalmente mais amigáveis”.

A ICC, CTCP e UM estiveram ainda envolvidos na realização de estudos de conforto e distribuição da pressão plantar que resultaram numa palmilha confortável.
 
Todos estes desenvolvimentos efetuados privilegiaram o uso de soluções e práticas industriais sustentáveis.



1509

Voltar