Notícias

Ballüta aposta na internacionalização

Monday, March 30, 2020
Ballüta aposta na internacionalização

Novas tipologias de produtos, nichos de mercado, marca própria  e  internacionalização são áreas que merecem especial atenção e nas quais os apoios comunitários, nomeadamente através de projetos de investimento, têm tido um papel ativo. 

A marca  portuguesa de caçado vegan Ballüta,criada em 2018 , com uma estratégia de Marca Própria, posicionada num nicho de mercado de gama alta, nasceu com os olhos postos nos mercados internacionais.   Catarina Pedroso e o marido Ricardo Duarte escolheram o nome Ballüta com um toque internacional pelo desejo de apostar na comercialização além fronteiras: "A internacionalização é algo em que quisemos apostar, pois o mercado de moda vegan é muito forte em países como a Alemanha, França e Inglaterra." 

Em 2019 a Balutta é a marca selecionada para o evento Emerging Designers, para duas edições da maior feira de calçado internacional, a MICAM, em Milão. 

A partir daqui a marca decidiu apostar num projeto mais integrado de internacionalização da marca e recorreu ao apoio do CTCP para elaboração de um projeto de investimento, na área da internacionalização da marca, que foi submetido ao Sistema de Incentivo do Compete2020. 

Entretanto aprovado e já a decorrer, este projeto prevê ações diversificadas complementares, com o objetivo central de dar seguimento à estratégia de desenvolvimento da nova marca, assente sobretudo na exportação.

A sua internacionalização depende de um forte investimento no marketing em todas as suas vertentes seguindo as mais inovadoras e recentes tendências de marketing empresarial de moda, com particular enfoque no marketing digital e direcionadas para nichos de mercado de gama alta.

Este  apoio será um impulso para a empresa investir em áreas consideradas prioritárias para a competitividade e sucesso do seu negócio, nomeadamente : Presença em Feiras Internacionais, orientadas para os mercados alvo; Economia Digital – loja online e adesão a plataformas de comércio eletrónico; Registo da Marca BALLUTA em mercados internacionais; Prospeção e captação de novos clientes, nos mercados-alvo; Marketing internacional, incluindo assessoria de imprensa, material promocional, publicidade em revistas internacionais e campanhas de marketing digital ou a Introdução de novos métodos organizacionais na relação com os clientes 
Estas são algumas das atividades previstas para os 2 anos de projeto que teve início em agosto de 2019.



A marca
A  BALLUTA foi criada em 2018 e dedica-se à produção de calçado de senhora  com design sofisticado, 100% vegan, eco-friendly e produzidos de acordo com os padrões mais exigentes de qualidade e responsabilidade social. É uma marca com a certificação PETA, que se designa por uma combinação de três fatores essenciais: Arte, Sustentabilidade e Moda. 

O e-commerce é o principal canal de distribuição da BALLUTA, orientada quase exclusivamente para os mercados internacionais e os preços variam entre os 159 euros e os 400 euros.

A empresa domina todas as fases de produção da marca, desde o design à modelação, produção, marketing, logística e comercialização. A produção é realizada em “outsourcing”, totalmente em empresas nacionais de calçado.

Conheça esta marca em: https://balluta-shoes.com


245
Fonte: CTCP

Voltar

Relacionado