Publicações

3DCork - Novos biocompósitos

BioShoes4All

quarta-feira, 12 de junho de 2024
3DCork - Novos biocompósitos

No mais recente episódio do CTCP Podcast, desenvolvido no âmbito do projeto BioShoes4All, recebemos hoje Sara Nunes, gerente da empresa 3DCork.


A 3DCork é uma empresa familiar que nasceu da união entre a tradição e a inovação. Fundada em 2006 por um pai e pela sua filha, a empresa tem-se dedicado a explorar as possibilidades infinitas da cortiça, um material natural e sustentável. Combinando conhecimentos profundos na área da cortiça com estratégias de marketing avançadas, a 3DCork tem criado uma variedade de produtos que embelezam espaços domésticos com decoração única e, ainda, revolucionado o uso da cortiça em componentes de calçado, equipamentos desportivos e aplicações industriais.

O desenvolvimento e a investigação têm sido fundamentais para garantir a continuidade da empresa no mercado e a sua atualização face às necessidades e desafios constantes da sociedade. Nesse sentido, a empresa tem trabalhado em estreita colaboração com centros universitários e de investigação, sendo uma das empresas parceiras do projeto BioShoes4All.

Em parceria com o BioShoes4All, a 3DCork tem estado a trabalhar no desenvolvimento de soluções sustentáveis para a indústria de calçado, focando-se na investigação e desenvolvimento de novos biocompósitos que incorporam a cortiça e outros biomateriais. Um dos aspetos mais inovadores em que a empresa tem estado a trabalhar tem sido a utilização de subprodutos e resíduos provenientes de desperdícios de outras indústrias para criar novos biocompósitos. Um exemplo desse trabalho tem sido a valorização do repiso do tomate. As indústrias agroalimentares produzem anualmente grandes quantidades de resíduos cuja valorização é mínima ou nula. Atualmente, sabe-se que apenas uma pequena parte é reaproveitada para alimentação direta de animais ou para compostagem. Tendo isto em consideração, estes resíduos podem ser utilizados para conferir novas propriedades e funcionalidades aos componentes de calçado, melhorando-os.

Este processo não só promove a sustentabilidade, como também aumenta a circularidade e as simbioses industriais, uma vez que aproveita recursos que seriam descartados para criar produtos de alto valor agregado. Além disso, esta estratégia de gestão de resíduos para além de valorizar fortemente um subproduto, diminui consideravelmente a carga poluente resultante da atividade agroindustrial, acabando por ser benéfica tanto para o meio ambiente quanto para a indústria. Alguns destes produtos ainda se encontram em fase de desenvolvimento, no entanto Sara garante que já começam a dar resultados consistentes e promissores, acreditando por isso que, em breve, terão novos produtos prontos a serem lançados no mercado.

Se quiser descobrir em maior detalhe como a 3DCork está a transformar resíduos em recursos de maior valor acrescentado, junte-se a nós e ouça este episódio de podcast!


Oradora
Sara Nunes, gerente da 3DCork, estando na empresa desde a sua génese. Estudou Economia, mas prefere o lado criativo do Marketing.

Siga-nos nas plataformas Apple Podcast, Spotify e Google Podcasts, para receber notificação sempre que lançamos novos episódios.

Este podcast foi desenvolvido no âmbito do projeto BioShoes4All - Inovação e capacitação da fileira do calçado para a bioeconomia sustentável, projeto nº11, investimento apoiado pelo PRR - Plano de Recuperação e Resiliência, na sua componente 12 - Bioeconomia Sustentável e pelos Fundos Europeus NextGeneration EU. Para mais informação consulte o website recuperarportugal.gov.pt.

Esta publicação reflete apenas as opiniões dos autores, o PRR - Plano de Recuperação e Resiliência e o Fundo Europeu NextGeneration EU não podem ser responsabilizados por qualquer uso que possa ser realizado com as informações nela contida.




Assista e subscreva este podcast no Apple Podcasts, no Spotify ou no Google Podcasts

  Apple Podcasts   Spotify   Google Podcasts

Voltar