Notícias

Apoios às empresas que apostam em Propriedade Industrial

quinta-feira, 4 de agosto de 2016
Apoios às empresas que apostam em Propriedade Industrial

As empresas que apostem no registo de marcas e proteção de modelos podem beneficiar de um incentivo de 45% do valor investido, através do projeto VALORIZAÇÃO DA OFERTA, promovido pela APICCAPS e que conta com o apoio do Programa Compete 2020.

O registo de marcas e modelos protege o investimento da empresa em inovação e garante às empresas o lugar de diferenciação e posições dominantes nos mercados em que atuam. A marca e inovação dos produtos são fatores diferenciadores de competitividade e de sucesso, que requerem alguns cuidados, ao nível da sua proteção.

No entanto, as empresas nem sempre estão preparadas com meios humanos e técnicos para lidar com estas questões relacionadas com a Propriedade industrial, pelo que o CTCP é o parceiro de excelência neste domínio. 

Desde 2011, que o CTCP dispõe de um Gabinete de Apoio à Propriedade Industrial (GAPI), que  presta a assistência adequada às empresas que pretendam utilizar a Propriedade Industrial nas suas várias vertentes: marcas, logótipos, desenhos ou modelos, modelos industriais ou patentes.


O GAPI presta às empresas do setor os seguintes serviços:
-Consultoria e aconselhamento em matéria de Propriedade Industrial;
-Assistência técnica à instrução de processos de pedido de registo (marcas, modelos, patentes) a nível nacional, comunitário e internacional;
-Elaboração de processos de oposições a infrações de direitos de propriedade industrial;
-Análise da existência de cópia entre modelos ou marcas;
-Acompanhamento e vigilância na manutenção dos direitos adquiridos;
-Vigilância e difusão seletiva da Inovação e de Registos relevantes para o setor;
-Recolha, classificação e difusão de informação sobre a Propriedade Industrial com relevância para a fileira do calçado, através de brochuras, artigos em revistas, web site;

Estes serviços do CTCP podem ser comparticipados pelo programa “valorização da oferta”, cujo objetivo é reforçar o papel das marcas e dos novos modelos como elemento diferenciador da oferta e minimizar os riscos de investimento e litigância.

O projeto pretende o aprofundamento da prática de registo da marca nos países da U.E. e seu alargamento a países terceiros, bem como a generalização e sistematização do registo do modelo para adequada e eficaz proteção do crescente investimento efetuado na concessão de produtos.

O CTCP é entidade qualificada no âmbito do Projeto conjunto da APICCAPS (Ações de Valorização da Oferta)
As PME do sector do calçado podem aceder à prestação de serviços do CTCP (com comparticipação de 45%) nos domínios da elaboração de Planos de Marketing / Comunicação, websites, lojas on-line e catálogos, Propriedade Industrial, sessões fotográficas.


De salientar que um dos requisitos para as empresas poderem recorrer a estes Projetos Conjuntos do SI Qualificação PME, é serem associados da APICCAPS.

Para mais informações contactar:
[email protected]
[email protected]

Fonte: ctcp
6266

Voltar