Notícias

Calçado para diabéticos e conforto em análise no CTCP

6-10 março

quarta-feira, 15 de março de 2023
Entre os dias 6 e 10 de março o CTCP promoveu a semana temática: Calçado para diabéticos e conforto. Foram promovidos workshops, oficina prática, formação técnica e seminário.
Calçado para diabéticos e conforto em análise no CTCP

O CTCP promoveu, entre os dias 6 e 10 de março uma semana dedicada ao calçado para diabéticos.
cerca de 537 milhões de pessoas com diabetes no mundo, que corresponde a 7% da população mundial. Pessoas que precisam de calçado adequado para o seu pé. Foi a pensar neste público que o CTCP promoveu esta semana, com o objetivo de trabalhar na prevenção do pé diabético utilizando calçado adequado.

Durante estes 5 dias o CTCP promoveu workshops, formação técnica e um seminário sobre este tema.

Workshops Temáticos e oficina prática no FabaLab
Durante esta semana, que envolveu várias dezenas de participantes, em especial técnicos de calçado.  
Tendo como ponto de partida 5 perfis de público alvo, em diferentes estágios da patologia, os participantes da oficina prática, no FabLab, desenvolveram 5 modelos de calçado conforto para diabéticos, onde aliaram o método de construção e os materiais adequados a um design apelativo.

No final da semana, numa sessão de apresentação dos modelos desenvolvidos, os formandos mostraram entusiasmo e vontade de dar continuidade a este tema e tornar Portugal num produtor de excelência deste tipo de calçado.

Para Michal Spacek., especialista em calçado de conforto para diabéticos e orientador desta oficina, todos os modelos têm potencial para ir para o mercado e ter sucesso. Este especialista mostrou entusiasmo e vontade que este trabalho não termine aqui.

“Estou muito contente porque os participantes conseguiram colocar no produto aquilo que aprenderam, estiveram motivados e colocaram o coração aqui. Espero que deem continuidade a este trabalho” afirmou durante a sessão de encerramento da oficina.

“Ficaria muito contente se algum de vocês desse continuidade a este trabalho, com o apoio do CTCP. Se continuarem a desenvolver produtos podem contar também com o meu apoio no que precisarem. O meu objetivo é deixar o conhecimento aqui convosco, para que deem continuidade a esta área. Essa é a minha responsabilidade aqui. Ver aqui estas pessoas jovens a seguir esta profissão enche-me o coração. Nunca desistam!” concluiu.

Gonçalo Lopes, Senior Technical Specialist e apaixonado por calçado, em especial por calçado ortopédico, considera que esta foi também uma experiência muito enriquecedora, que não pode terminar por aqui.

“Para mim  foi extremamente importante perceber que os detalhes são fundamentais no produto final. Porque detalhes sobre detalhes trazem a perfeição. A prática traz a perfeição. Isso foi algo que todos nós partilhamos nesta formação. Obrigado ao CTCP por ter proporcionado esta experiência” afirma este participante.
Com uma vasta experiência nacional e internacional neste tipo de calçado, Gonçalo afirma que há ainda muito trabalho a fazer em Portugal e que "gostava de ajudar os pacientes diabéticos do meu país”.

Inês Belo, designer Lisboeta, encontrou no CTCP a oportunidade de aprender e desenvolver calçado, uma paixão que tem desde muito nova.
“Adorei a experiência desta semana. Tendo em conta o público alvo, uma pessoa com diabetes, que eu nem sabia que precisava de calçado especial, desenvolvemos um sapato preventivo. Pensamos num sapato unissexo, tivemos em conta um design apelativo e a escolha dos materiais adequados. Usamos um forro branco para que, caso hajam feridas nos pés, se possa facilmente identificar em que zona do pé isso acontece. É o meu primeiro sapato físico, por isso estou muito contente. Quero agradecer ao Centro por ter permitido isso acontecer”.


Seminário Diashoe: calçado para diabéticos

No dia 8 de março, decorreu no CTCP em São João da Madeira o Seminário Diashoe: calçado para diabéticos, onde o debate sobre este tema envolveu empresas produtoras de calçado, médicos especialistas e o Centro Tecnológico do Calçado.

Rita Souto, responsável pelo Departamento de Formação do CTCP e coordenadora do projeto Diashoe, afirmou que o objetivo desta semana, bem como do projeto Erasmus+ é “aumentar o nível de conhecimentos e competências dos designers e produtores de calçado, sensibilizando-os para a necessidade de integrarem características especiais em todas as fases de fabrico do calçado, de forma a produzirem calçado adequado para diabéticos. Assim como aumentar o nível de conhecimento dos pacientes, seus familiares, educadores, cuidadores informais, técnicos de saúde, lojas de calçado e das empresas sobre as complicações e riscos que podem estar associados à diabetes nas extremidades inferiores, a seleção de calçado adequado e a aquisição de hábitos de movimento adequados”.

Este debate sobre o calçado para diabéticos contou ainda com a participação de Maria José Ferreira e Rui Moreira do CTCP, Dr. Guilherme Assunção, da Sociedade Portuguesa de Diabetologia, Unidade de Pé Diabético do CHUd Santo António e Marcelino Pinto, da ROPAR (Arcopédico/Ortomedical).


 


Formação Di@shoe disponível online

Este tema tem sido alvo de investigação e desenvolvimento de conteúdos de formação, no âmbito do projeto Erasmus+ DiaSHOE (diashoeproject.eu), no qual foram desenvolvidos os seguintes cursos online:

Designers, técnicos de calçado e gestores de produto - calçado para diabéticos
 
Técnicos de saúde e assistente de loja de calçado

Pacientes, suas famílias, educadores, cuidadores informais

Estes cursos foram desenvolvidos em 7 línguas diferentes, incluindo o Inglês e o Português e estão disponíveis online, de forma gratuita, bastando para isso fazer o registo e acesso AQUI.




752

Voltar