Nº 2 de 2017




FAMEST impulsionará Cluster do Calçado e da Moda

O setor do calçado acaba de lançar o projeto Mobilizador FAMEST: Footwear, Advanced Materials, Equipment’s and Software Technologies (Calçado e tecnologias avançadas de materiais, equipamentos e software). Um projeto ambicioso, que promete impulsionar o Cluster  do Calçado e da Moda e que abrange investigação em todo o processo de produção e ciclo de vida do produto.

O Cluster do Calçado e Moda evoluiu de atividades lideradas pela manufatura e mão de obra para atividades lideradas pelo mercado e baseadas no conhecimento, tirando vantagens do design e da moda e preservando a capacidade de produção em Portugal. Para se manter competitivo, o Cluster tem que apostar na criatividade, dominar todo o processo de produção e o ciclo de vida do produto, adicionando valor em cada fase e abraçando os desafios, tendências e oportunidades societais, de mercado, tecnológicas, a indústria 4.0 e a economia circular.

Áreas essenciais para o futuro do Cluster do Calçado e da Moda, que pretende dar um salto qualitativo na internacionalização do calçado português, tornando-o uma referência fundamental destas indústrias a nível mundial, onde a sofisticação e a criatividade da oferta portuguesa, ao nível dos materiais, dos produtos, dos processos produtivos e dos modelos de negócio, permitirão “entrar” em segmentos de mercado onde a escolha se baseia mais na moda e na tecnicidade do que no preço.

Para que seja garantido esse posicionamento no mercado internacional, a aposta terá forçosamente que incidir na diferenciação, na flexibilidade, na rapidez de resposta, na qualidade dos produtos de modo a que se tornem competitivos e superiores aos da concorrência.

É neste contexto que surge o projeto FAMEST, que visa  estudar e desenvolver, de acordo com o plano estratégico definido para o Cluster do Calçado e da Moda, as seguintes áreas de atuação:
1.         inovar ao nível do design e produtos, materiais e componentes, bens de equipamento e processos, modelos de negócio, economia digital e desenvolvimento sustentável e responsável;
2.         qualificar e rejuvenescer os recursos humanos, empresas e instituições para reforço das competências do Cluster na criação, promoção e gestão do produto e;
3.         internacionalizar e comunicar favorecendo o domínio da imagem do Cluster, elevando-a a padrões mais exigentes, sendo necessário investir numa imagem coletiva nacional, dada a dimensão do nosso país.

 Este projeto surge no seguimento do trabalho que o CTCP tem vindo a desenvolver   de disseminação, difusão, demonstração e transferência de conhecimento na fileira do calçado, no âmbito do projeto PROSHOE (NORTE-01-0246-FEDER-000020).

Consórcio
O FAMEST é promovido por um consórcio de 23 empresas de toda a cadeia de valor do calçado: couros, palmilhas, solas, produtos químicos, software, equipamentos, logística e calçado, representativas e líderes nos seus setores, e 9 entidades de I&I com competências multidisciplinares que asseguram o desenvolvimento de resultados inovadores e a sua valorização económica pelos promotores nos mercados nacional e internacional.

 

Apoio
O projeto FAMEST Footwear, Advanced Materials, Equipment’s and Software Technologies tem como promotor FORTUNATO O. FREDERICO & CA LDA e conta com cofinanciamento do Programa COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico I&DT - Programas Mobilizadores, envolvendo um Investimento elegível de 5,9 milhões de euros.


Fonte:ctcp
Data:2017-12-27



NOTÍCIAS DESTA EDIÇÃO

 

ASSUNTOS RELACIONADOS

CTCP - Centro Tecnológico do Calçado de Portugal
Email: geral@ctcp.pt
Tel: +351 256 830 950; Tel: +351 255 312 146
Coordenadas: 40°53'07.07''N 8° 29'04.73''W
www.ctcp.pt . www.gialearn.com
www.biocalce.org . www.ctcp.pt/cemarking . www.saltoalto.pt