Projetos

FEET IN 4.0-Adaptação dos locais de trabalho para darem resposta à Era Digital no setor do Calçado na Europa

ERASMUS_logo_300x85.jpg

Acrónimo: FEET IN 4.0

Título : FEET IN 4.0-Adaptação dos locais de trabalho para darem resposta à Era Digital no setor do Calçado na Europa

Data Início: 01/10/2018

Data Conclusão: 30/09/2020

Duração(Meses): 24

Web Site: http://www.feetin40.eu

Área Tecnológica: Automação e Robótica

Setor Atividade: Diversos

Resumo

De acordo com o Comissário Europeu para a Economia e a Sociedade Digitais, a 4ª revolução industrial está a emergir em todo o mundo, abrindo novos horizontes, impulsionados pelas tecnologias digitais de última geração. Esta mudança de paradigma tem um profundo impacto na economia e sociedade, transformando produtos, processos e modelos de negócios em todos os setores de atividade.

A indústria do calçado é caracterizada como uma das indústrias mais artesanais da Europa. Em 2016, o setor de calçado a nível europeu, esteva representado por 20.300 empresas e 286.651 colaboradores diretos, tendo as exportações para países terceiros aumentado em 40% em quantidade e 90% em valor de 2009 até 2016. A indústria europeia do calçado tem uma longa tradição na produção e venda de produtos inovadores, criativos e de alta qualidade, desenvolvidos de acordo com as necessidades e tendências do consumidor. O comércio intraeuropeu representa um terço do comércio mundial de calçado.

A Comissão Europeia apresentou a Iniciativa de Digitalização da Indústria Europeia (DIE) em abril de 2016. No entanto, a integração nas tecnologias digitais de última geração está atrasada e os principais obstáculos não estão na tecnologia disponível, mas sim nos trabalhadores. A 4ª revolução industrial não é sobre tecnologia; é sobre pessoas!

A indústria do calçado tem agora de enfrentar os desafios apresentados pela nova era digital. Os trabalhadores ainda se caracterizam pela baixa qualificação e até falta de competências e conhecimentos de TIC. Apesar de todos os esforços, ainda há um número impressionante de trabalhadores do calçado que são excluídos da informação. O processo de criação de um sapato exige talentos artísticos e técnicos, e o processo de venda deve ser feito por pessoas competentes, capazes de sugerir o calçado certo para os pés certos, de acordo com as necessidades dos clientes e os desenvolvimentos tecnológicos. Trazer este grupo-alvo talentoso para a era digital é essencial para o sucesso do setor do calçado, mas também para alcançar um impacto positivo nos termos culturais, económicos e na inclusão social. Em toda a cadeia de distribuição de calçado, desde o fabrico até as vendas, são necessárias diversas habilitações e capacidades.
O processo de criação de um sapato mudou ao longo dos anos e surgiram as novas tecnologias de apoio à produção e criação do mesmo: programas e software de apoio ao design e fabrico de calçado, novas tecnologias aplicadas, testes laboratoriais, etc. Como grande parte das transformações digitais nas indústrias e países continuam a emergir, o papel das “pessoas” nessas transformações surge como a chave para acrescentar valor e garantir a sustentabilidade das mudanças.

O projeto Feet it 4.0 visa trazer a indústria 4.0 para as empresas de calçado, principalmente para os funcionários, gerentes e outras pessoas chave que têm conexão direta com o setor e são excluídos ou têm pouco acesso aos centros de conhecimento, como universidades, que foram, até agora, os principais intervenientes na implementação da Indústria 4.0.
- O projeto prevê uma nova metodologia para levar a indústria 4.0 às empresas e aos trabalhadores que já estão no setor há muitos anos. O projeto estabelece um plano de trabalho dividido em 4 atividades principais: A primeira atividade pretende adaptar as diretrizes da indústria 4.0 para a indústria do calçado, tendo em consideração os trabalhadores atuais e também os perfis educacionais passados e atuais nas escolas.

- A segunda atividade é definir uma lista das competências importantes para o future da indústria de calçado. Estas competências estarão também ligadas às novas competências-chave da indústria 4.0. Para tal, esta parceria irá entrevistar especialistas, formadores, gestores e colaboradores para fazer um diagnóstico no terreno e ligar os resultados obtidos com a estratégia da indústria 4.0 para a Europa.

- A terceira atividade é projetar um kit de ferramentas de formação que será aplicado e fornecido às empresas de calçado e colaboradores, para que possam utilizar e implementar os novos conhecimentos, competências e habilidades nas suas atividades diárias dentro da empresa.

- A quarta atividade é testar o kit de ferramentas de formação em contexto real. Portanto, todos os materiais e a estrutura desenvolvida serão primeiramente testados em sessões-piloto de formação de empresas reais, que serão desenvolvidas nos países parceiros onde a indústria de calçado está estabelecida. O condutor da sessão piloto de formação será implementado pelos centros tecnológicos nacionais envolvidos na parceria.

Projecto número 2018-1-PT01-KA202-047500

Voltar