A utilização do IBP concretiza-se na realização de exercícios de Benchmarking que, de acordo com a metodologia BBP – Benchmarking e Boas Práticas, se consubstanciam nas seguintes fases:

1º - Com o apoio de um Consultor Nacional de Benchmarking (CNB), certificado pelo IAPMEI, a empresa:

. preenche, com informação quantitativa e qualitativa, os questionários referentes às áreas sobre as quais pretende avaliar o seu desempenho;

. selecciona os critérios de comparação, atendendo ao volume de negócios, número de trabalhadores, região, sector de actividade ou CAE.

2º - O CNB valida e codifica a informação, de forma a garantir a sua coerência e confidencialidade, e insere-a no IBP.

O IBP, com base nos critérios de comparação previamente definidos, gera relatórios com a posição relativa da empresa para cada um dos indicadores de desempenho em avaliação.

3º - O CNB analisa os relatórios de benchmarking gerados pelo IBP e elabora um plano de acção de melhoria, salientando os pontos fortes e fracos da empresa e apontando formas de superar os factores críticos.