Sábado 15 de Dezembro de 2018 é o visitante nº 8 592 411 Institucional | Mapa do Site | Localização | Contactos |
Newsletter
Ver todas

Subscrever newsletters




Links
 
 
NOTICIAS
         

  

Google Translate


Representantes mundiais da indústria do calçado unidos na defesa do comércio livre e justo

Representantes de associações nacionais de calçado e câmaras da indústria dos cinco continentes assinaram, no dia 16 de maio, durante o terceiro Fórum Internacional de Calçado, realizado por ocasião do 20º Congresso da UITIC (União Internacional dos Técnicos da Indústria de Calçado), uma declaração conjunta de apoio ao comércio livre e justo.

O Fórum Internacional do Calçado é uma iniciativa da Confederação Europeia da Indústria do Calçado (CEC) e funciona como uma plataforma de troca de informação, onde são abordadas iniciativas comuns e desafios emergentes e onde se procuram soluções colaborativas. Esta foi a terceira edição do fórum e o tema em destaque foi o Comércio Internacional.

Neste contexto e dado o aumento das medidas protecionistas, que nos últimos anos se tem observado um pouco por todo o mundo, os participantes aprovaram uma declaração conjunta, comprometendo-se a cooperar para um comércio livre e justo no setor do calçado.

Nesta declaração, os representantes reconhecem que o protecionismo reduz o consumo, o investimento e as oportunidades de emprego, consequentemente reduzindo a competitividade e crescimento das empresas no setor do calçado. Portanto, os signatários declaram firmemente a sua oposição a todo o tipo de barreiras tarifárias e/ou não-tarifárias e pedem que os responsáveis políticos trabalhem no sentido de estabelecer condições equitativas para um mercado global aberto e justo, sem práticas de dumping ou falsificação. Os signatários expressam o seu compromisso para a prossecução deste desígnio, compartilhando informações e transmitindo esta posição aos respetivos governos nacionais.

Cleto Sagripanti, Presidente da CEC, comentou: “A médio e longo prazo, os regimes protecionistas só irão contribuir para tornar as empresas mais frágeis. Numa economia e sociedade globais e em rápida evolução, com o consumidor cada vez mais atento e exigente, as associações nacionais e os decisores políticos devem preocupar-se em trabalhar em iniciativas conjuntas que garantam que as nossas empresas possam beneficiar das oportunidades comerciais proporcionadas por um mercado aberto e justo. Acredito que hoje é um dia importante para a nossa indústria, pois marca o começo de uma colaboração transparente e aberta entre representantes dos cinco continentes em prol de um comércio livre e justo”.

Para a APICCAPS, tendo em linha de conta que a indústria portuguesa de calçado exporta 95% da sua produção, para 152 países, nos cinco continentes, “esta declaração conjunta, de defesa do comércio livre, justo e equilibrado é de extrema relevância”. Importa, ainda, “combater todas as práticas que distorcem a concorrência”. 


Esta “Declaração Conjunta” está disponível no website da CEC (AQUI). 

Fonte: ctcp

Data:2018-05-24    Visualizações: 637


Google Translate Imprimir Enviar este registo a alguém
Voltar
Área Reservada

N.º Nif

Password

memorizar-me


ainda não se registou?
Perdeu a password?
Pesquisa de Informação




--------------------------



    Política de Privacidade | Livro de Visitas | Livro de Reclamações